Descobrindo sonoridades diferentes

Descobrindo sonoridades diferentes

Descobrindo sonoridades diferentes

Descobrindo sonoridades diferentes é uma atividade musical baseada principalmente na estimulação da escuta mais sensível.

Sempre que posso, utilizo atividades com este objetivo para criar na criança a oportunidade de aprimorar sua escuta de uma maneira mais sensível.

Para esta atividade primeiramente é necessário a construção de um “objeto sonoro” chamado de “Beliscofone“.

O Beliscofone é um instrumento de percussão feito com material descartável que utiliza um recipiente e um elástico de dinheiro. A proposta musical é “tocar” ou “beliscar” o elástico como se fosse uma corda de instrumento.

Existem outros tipos de “beliscofone” confeccionados com tubo de PVC e uma bexiga na ponta. No nosso caso, aproveite o material que tinha em casa.

Beliscofone

O criador deste instrumento é Gustavo Kurlat, músico, compositor, tradutor, autor e coordenador da Escola Viva e que também dirigiu durante 9 anos os shows do Palavra Cantada.

Objetivos desta atividade

Dentro da nossa proposta de hoje a ideia é além de estimular as crianças na confecção de um “instrumento diferente”, também apurarem a escuta sensível para diferenciar sons produzidos.

Dependendo do aprendizado da criança podemos inserir a escuta sensível para categorizar sons mais graves ou mais agudos, fortes e fracos, de acordo com o tamanho do recipiente utilizado.

Também estamos trabalhando a conscientização e estimulação da prática sustentável na reutilização de materiais descartáveis.

Uma outra proposta dentro do atividade

Para deixar a atividade ainda mais interessante, sugeri que após este trabalho de escuta e categorização, as crianças ouvissem uma valsa.

A proposta aqui é também de conhecimento sobre este gênero musical, seu criador, sua época, costumes, etc…

A valsa escolhida é “Danúbio Azul” de Joham Strauss Filho – peça para orquestra que acabou mais identificada com a Áustria do que o próprio Hino nacional do país.

2 comentários em “Descobrindo sonoridades diferentes”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *